Qual telha usar?
Qual telha usar?

Cerâmica, concreto, fibrocimento, pet, resinada, natural... são diversas as opções de telhas disponíveis no mercado!

 

Para te ajudar a escolher a ideal para a sua obra ou para a reforma, vamos elencar   alguns detalhes sobre cada uma delas, assim você pode decidir de uma vez por todas qual atende melhor às suas necessidades:

 

1. Telha de cerâmica

 

Conhecida também como "telha de barro", é o tipo mais popular entre os projetos residenciais! Isso porque ela garante uma boa vedação, além de um acabamento estético agradável.

 

Mas, há variações das telhas de cerâmica:

 

Esmaltada – que, como diz o nome, recebe uma camada de esmalte para garantir maior durabilidade;

Resinada – que conta com uma camada de resina a base de água, o que também garante maior durabilidade, dificulta a ação de musgos e fungos e possibilita a aplicação de cores;

Natural - que não recebe nenhum tipo de tratamento.

 

Sobre modelos, telhas de cerâmica também são bastante diversificadas e a escolha depende da preferência estética. As mais comuns são: americana, paulistinha, portuguesa e romana.

 

2. Telha de concreto


Este material tem como diferencial a impermeabilidade e o isolamento térmico, o que a torna indicada para garantir temperaturas mais agradáveis em projetos localizados nas regiões mais frias.

 

Por ser um feita de uma matéria-prima mais pesada em comparação com as outras, o concreto exige mais cuidado em relação à estrutura do telhado.

 

As telhas de concreto podem ser encontradas em diferentes formatos, modelos e cores.

 

3. Telha de fibrocimento

 

Popularmente conhecida como Brasilit, este tipo de telha tem como principais vantagens o valor e a leveza!

 

É ideal para quem busca economia, já que seu menor custo e peso exige menos investimento na estrutura do telhado.

 

Para quem escolhe esta telha, indica-se que seja feito um forro, pois a resistência térmica é baixa.

 

4. Telha PET

 

Como o nome sugere, esta telha é produzida com garrafas pet, portanto seu grande diferencial é a sustentabilidade.

 

A telha PET é leve, o que dispensa custos extras com reforços na estrutura do telhado. Além disso, é resistente a altas temperaturas e ação de mofos e fungos.

 

Pode ser encontrada em diversos modelos, muitos deles similares aos da telha de cerâmica. Além disso, também é encontrada em várias opções de cores, sendo elas translúcidas ou não.


5. Telha de vidro

 

A telha de vidro é ideal para receber a luz solar!

 

Como criam a possibilidade de manter claridade em ambientes externos cobertos, essas telhas normalmente são utilizadas em apenas uma parte do telhado, combinadas a telhas de cerâmica ou de concreto.

 

Pensando nisso, são disponibilizadas nos mesmos modelos das telhas de cerâmica e concreto.

 

 

Esse conteúdo te ajudou? Siga a MAPA nas redes sociais!